- Propaganda -

Siga o portal:

Início Colunas Além Paraíba em Foco As medidas do novo decreto poderiam ter sido evitadas?

As medidas do novo decreto poderiam ter sido evitadas?

Ontem, 25 de junho de 2020, a Prefeitura Municipal de Além Paraíba divulgou através de sua página oficial no Facebook o decreto de Número 6.512/2020. Pode-se perceber no texto do mesmo que foram iniciadas algumas medidas mais restritivas para garantir a segurança da população durante a pandemia.

Em um vídeo divulgado também através da página oficial da prefeitura, o prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior afirmou que o decreto se faz necessário pelo fato de não haver o total apoio da população nas medidas de prevenção ao COVID-19.

“[…] nos últimos 3 meses, já vencemos todas as barreiras do diálogo e das orientações, nós temos munícipes circulando pela cidade sem máscara até hoje, nós temos pessoas fazendo aglomerações/festas, uma série de comportamentos inadequados para o momento […]” – Fala do prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior para justificar as medidas mais rígidas.

De fato, nossa equipe já havia reparado que alguns moradores preferem não seguir as medidas de prevenção solicitadas pela prefeitura, principalmente referente a utilização da máscara de proteção. Realizamos hoje uma pequena ronda pela cidade, onde o objetivo da mesma era verificar se com o novo decreto haveria uma maior prevenção por parte da população.

Nossa equipe saiu do bairro da Saúde, por volta das 08:30h, e realizou o seguinte roteiro: Bairro da Saúde > São José > Praça da Bandeira > Vila Laroca > Porto Velho > Porto Novo > Ilha do Lazareto.

Durante todo o trajeto foi possível verificar situações como a presença de pessoas sentadas em praças batendo papo e as filas de 2 agências bancárias que não obedeciam ao distanciamento mínimo entre uma pessoa e outra. Porém, o que mais chamou a atenção foi a quantidade de pessoas que nossa equipe avistou transitando nas ruas sem utilizar a máscara de proteção, durante todo o trajeto foram contabilizados o total de 52 pessoas transitando sem a utilização do equipamento de proteção.

Inclusive, presenciamos uma situação em um posto de gasolina da cidade onde o frentista solicita que o cliente utilize a máscara de proteção no local e o mesmo faz piada sobre a situação.

Segundo os últimos boletins, os números de casos suspeitos em nossa cidade têm crescido nos últimos dias. Em contato com a Unidade Básica do COVID-19 (UBC), instalada no Bairro da Saúde, fomos informados que são realizados cerca de 40 a 50 atendimentos por dia no local e já foram confirmados através do teste rápido cerca de 30 casos desde sua inauguração.

Em contato com o Secretário de Saúde do município, Flávio Henrique Falcão Araújo, solicitamos a opinião do mesmo sobre a possibilidade do texto do novo decreto ser interpretado como um LOCKDOWN na cidade. Em resposta recebemos a seguinte mensagem:

“Em todas nossas falas ao longo da semana, o município tem dito que não se trata de um Lockdown, mas sim de um distanciamento social ampliado, mas, se não houver um engajamento da população nesse sentido, iremos caminhar para um cenário mais crítico, o que pode levar a uma série de medidas mais rígidas.”

Flávio, aproveitou a oportunidade para levar a população a seguinte mensagem:

“Solicitamos aos munícipes que todos sejam conscientes e tomem medidas de precaução, como uso de máscaras em tempo integral, higienização de mãos e se mantenham alertas, pois a doença ainda está presente, não há tratamento preventivo como soros ou vacinas, por isso a importância das medidas de distanciamento. Ao menor dos sintomas, que procure atendimento imediato. Aos empreendedores locais, é importante que adotem práticas que garantam o funcionamento adequado e seguro de suas atividades, dentro do que tem sido orientado pelas equipes de fiscalização do município.”

Entramos em contato também com o Tenente Roberto, da 52ª Cia da Polícia Militar em Além Paraíba, afim de buscar mais informações de como será a atuação da Polícia Militar em parceria com a prefeitura. Em resposta recebemos a seguinte nota:

“A PMMG trabalha de forma a Garantir ou Reestabelecer a Ordem Pública a fim de melhorar a qualidade de vida da população através da aplicação das Leis, as quais devem ser aplicadas observando-se os Princípios do Direito, e um desses Princípios é a Proporcionalidade. Assim, os policiais irão trabalhar de forma preventiva, de forma educada orientando os cidadãos, se porventura estes se recusarem em atender às orientações de colocar máscara e/ou acabar imediatamente com aglomeração, aí sim serão adotadas as medidas previstas no Código Penal” – Tenente Roberto – 52ª Cia da Polícia Militar.

Conclusão, as medidas impostas no novo decreto poderiam sim ser evitadas! Mas para isso precisamos que a população entenda a gravidade da situação, sigam as medidas de prevenção como o distanciamento mínimo e a utilização da máscara de prevenção. Conforme dito pelo Secretário de Saúde, ainda não é um Lockdown mas se não houver um engajamento por parte de toda a população nas medidas de prevenção um cenário mais crítico pode se formar.

Faça a sua parte, fique em casa!

- Propaganda -
Propaganda Site Responsivo 2C Web Design - Portal Além Paraíba
- Propaganda -
- Propaganda -
Propaganda Sistema 2C Web Design - Portal Além Paraíba
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -

Outras Notícias